Diálogos

  • 08/06/2015

    Os olhos dela se deleitavam sobre o asfalto. Ele a observava tamborilar os dedos no volante, cantarolando o folk da rádio que ele nunca ouviu falar. “Claro, vivia enfurnado naquela biblioteca ou naquela fábrica”, lembrou…

  • 02/19/2015

    “Gire o calcanhar e não olhe mais para trás. Perca seu olhar na estrada que te leva para longe e se perca. Perca-se de mim e da mania desprovida dos acalentos anteriores do ontem desprezível….

  • 02/24/2014

         “Foi um dia conturbado, daqueles agitados.” ele dizia todas as vezes em que chegava em casa e deparava-se com visitas que lhe questionavam o olha cabisbaixo.         O pai lançava-lhe olhares de censura e…

  • 04/15/2013

    Baixo o olhar para o asfalto… Estes ladrilhos de pedra pelos quais cultivo um fascínio que dispenso explicação. Ouço o riso suave que vem dos lábios do sorriso que sabe quando sufocar sua vítima. Balanço a cabeça….

  • 12/19/2011

    Certa vez, pega desprevenida, um velho sábio me despertou de um sono muito profundo. O percebi movimentando-se pelo meu quarto inquieto. De sua intenção não cabia me despertar, apenas me observar enquanto, de olhos fechados,…

  • 09/20/2010

    “A biblioteca era meu melhor refúgio naqueles últimos meses. Ar adocicado, livros que pareciam me entender, e o melhor, ninguém questionando minha distração constante. Era como se todas as forças conspirassem para que eu melhorasse……

1 2 3
Mais lidas
Copyrights © 2009-2017 All Rights Reserved.