Das coisas que eu quis te contar

Esqueci de dizer que me apeguei. Não se assuste, não de um jeito possessivo, apenas me acostumei a ver esse seu riso vez ou outra na semana, e sabe lá quando, aos finais dela. Esqueci de te contar que adotei esse seu jeito de morder o lábio quando insiste em me contrariar quando eu conto alguma situação ou tento fazer mais um piada e te fazer rir. Também esqueci de dizer que sou péssima com piadas, mas isso você notou de cara, no entanto acho que você deve concordar que sou boa com ironias; e não por ser uma pessoa sem graça e de mal com a vida, longe de mim, é só uma mania que aprendi para as vezes fazer graça, e até que dá certo.

Fiquei de te contar que seu abraço me conforta, e em pouco tempo me senti novamente leve, como se o mundo não pudesse me atingir quando estava contigo naqueles fins de noite em que ambos nos encarávamos tão cansados da rotina, mas que eu vibrava ao ouvir sobre seu dia e ver seu sorriso espontâneo que não some nem nos piores dias. Sabe quando você me dizia que as coisas não iam bem? Deus sabe o quanto eu procurava mil maneiras de te fazer melhorar, e esqueci de dizer que me enfraqueci algumas vezes por te querer passar tanta boa energia, mas que a recuperava quando você fincava seu olhar no meu e eu sentia que estava tudo bem pelo menos naquele momento e então você sorria.

Lembrei daquele dia no carro em que você cantou com a cantora da rádio uma música que eu nem ao menos conhecia, e como você não mostrava timidez alguma ao acompanhá-la e me olhava a cada palavra. Eu queria saber a letra daquela música só para cantar contigo em dueto, só para tornar aquela primeira aventura ainda mais perfeita do que foi. Esqueci de contar que todas as vezes em que te vi eu quis repetir aquele dia, e quis chegar novamente e observá-lo sentado me esperando em frente da livraria, sentir o nervosismo ao te encontrar, e perder toda a tensão quando as curiosidades sobre ambos ia sendo sanadas a cada pedacinho daquele lugar. Ainda consigo sentir quando você tomou a minha mão e continuou a caminhar naturalmente enquanto prosseguia o assunto sobre sua família e nem notou que me espantei e olhei nossas mãos para fotografar o momento em minha mente. Vejo como se revivesse cada momento, e o mais intenso é como você me olhou antes do primeiro beijo, antes de encenar o dejavú que eu havia acabado de ter, e como seu olhar desafiou meus receios fazendo-me deixá-los de lado e apenas te sentir.

Esqueci de te contar no mês que passou que você foi como um presente bom que acho que recebi quando numa noite dessas conversei comigo mesma e te quis aqui sem nem saber seu rosto e nome. Eu não te contei, mas sinto sua falta, e que se eu me impedi tanto de falar, é porque eu realmente tenho algo que borbulha aqui, e não só porque pessoalmente as palavras me fogem. Aprendi que quando se gosta de verdade a gente deixa ir, quer ver feliz, e foi isso que eu fiz, se errei ou acertei, quem é que sabe.

E só mais uma coisa, da última vez em que nos falamos, e só queria dizer como queria você aqui.

Comente com o facebook:
De todos os anos, vinte e um invernos e uma vida inteira para concretizar tantos sonhos e anseios. De quatro estações, a mais fria é a que mais me aquece. De todas as artes, a escrita. De todos os lares, o coração. De todos os sentimentos, o amor.
Posts published: 149

One comment

  1. "Aprendi que quando se gosta de verdade a gente deixa ir, quer ver feliz, e foi isso que eu fiz, se errei ou acertei, quem é que sabe." Eta leie que sacode rsrs. Amo textos assim que me fazem viajar seja por algo que já vivi ou por algo que eu queira viver… me encanta. Beijos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

B r u n n a  C o r r e i a 
De todos os anos, vinte e dois invernos e uma vida inteira para concretizar tantos sonhos e anseios. De quatro estações, a mais fria é a que mais me aquece. De todas as artes, a escrita. De todos os lares, o coração.
No facebook
@brutwos
Categorias









Arquivos
Copyrights © 2009-2017 All Rights Reserved.