De nenhuma forma volte para mim

Estou prestes a fechar todas as portas que deixei abertas, todas as portas que você fez questão de nunca fechar em todas as vezes em que retornou e sumiu sem explicações. Estou prestes a deixar que você vá, e agora de verdade. Dia desses resolvi procurar te entender, vi suas fotos nas redes sociais, seu sorriso, seus amigos, suas amigas, sua família… li os seus livros favoritos e aqueles filmes que tanto insistiu para que eu assistisse. Adivinha? Consegui vê-lo como nunca, e então me dei conta de que todas as tentativas seriam realmente em vão. Éramos tão opostos, não em gostos e anseios, mas em atitudes.

Assim como você, eu já quis ganhar o mundo, tocar cada pedacinho de terra do planeta, quis morar um pouco em cada canto. Eu dizia que quando fizesse dezoito anos ia começar uma faculdade, arrumar um emprego, guardar dinheiro, pedir minhas contas e viajar em todas as férias da faculdade. Fácil, né? Pois é, eu também achava. Achava até a vida se mostrar mais complexa do que aquilo que eu imaginava, daquilo que você dizia. Todas as vezes em que você sumiu foi por fazer justamente aquilo que eu queria quando mais jovem, mas tudo mudou e eu quis muito mais, já não poderia ir atrás do que a eu de quinze anos almejava. Você foi, e eu fiquei.

Não me arrependo das minhas novas escolhas, assim como creio que você não se arrepende das suas. Me arrependo apenas de não tê-lo visto sair de fininho todas as vezes apenas para que eu não visse que você seguiu sua promessa para si mesmo enquanto eu seguia meus novos anseios. Enxergá-lo antes teria me dado tempo de vida a mais, experiências a mais, sorrisos e até lágrimas diferentes. Mas não se preocupe, fomos tanto, fomos tudo, fomos apenas nós. Você foi os livros que terminei de ler semana passada, e eu fui os que tenho lido há alguns anos. Meu espirito se tornou vários, e o seu continua um. 

Seja feliz, 
E por favor, não volte mais para mim.

Comente com o facebook:
De todos os anos, vinte e um invernos e uma vida inteira para concretizar tantos sonhos e anseios. De quatro estações, a mais fria é a que mais me aquece. De todas as artes, a escrita. De todos os lares, o coração. De todos os sentimentos, o amor.
Posts published: 153

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

B r u n n a  C o r r e i a 
De todos os anos, vinte e dois invernos e uma vida inteira para concretizar tantos sonhos e anseios. De quatro estações, a mais fria é a que mais me aquece. De todas as artes, a escrita. De todos os lares, o coração.

No facebook
@brutwos
Categorias









Entre em Contato

Arquivos
Copyrights © 2009-2017 All Rights Reserved.