Faça um pedido

“Ei! você viu? pois eu vi. Ela deslizou rápido e caiu como num mergulho.”

Você me olha todo sem entender o porquê dos meus olhos brilharem tanto, aperta minha mão esquerda e pede uma resposta naquele modo leve de querer me incentivar a algo. Nada falo, só o observo. Não quero perder o momento, não quero perder suas pupilas oscilando na expectativa da espera, não quero perder cada detalhe do seu rosto enquanto faço meu pedido. Garoto, aguenta aí que esse vai além dos que fazemos quase que diariamente em nossa mania de cair o olhar sobre o relógio meia noite.

A estrela caiu, o pedido feito. Você questiona o que eu pedi logo após minha resposta à pergunta anterior e digo que uma estrela cadente caiu bem a suas costas. “Que falta de sorte”, você resmunga e então ergo seu queixo e me deleito nos olhos azuis, verdes, cinza, de tantas cores que até hoje não o decifrei:

Não fala assim. Eu lembro a primeira vez em que te vi. Você irradiava uma luz que era bonita de se ver, confesso que quis te abraçar quando seu sorriso me observou de longe, mas eu me contive em usufruir da minha própria luz. Eu lembro que naquela época éramos o que queríamos: você em liberdade total, eu no meu interior onde ninguém podia dizer nada: onde eu realmente podia ser sem interrupções. Aproveitamos. E então nos esbarramos de novo, e dessa vez eu também quis te abraçar.

Seu sorriso me lembra a jovialidade que eu sentia mais falta quando você me trouxe pra sua vida. Sua luz iluminou minha escuridão e no momento em que você segurou minhas mãos eu simplesmente segurei as suas e não quis soltar, e um tempo depois eu soube que você também não. Eu fiz um pedido há um tempo atrás, e agora só estou agradecendo por ter sido ouvida. Eu dizia aos quatro cantos que não tinha sorte, e olha só: qual é a chance de esbarramos na mesma pessoa que nos sentimos conectadas há anos atrás sem um mínimo de contato de modo tão improvável como nos aconteceu?

Na verdade a sorte nos acontece quando menos esperamos por ela, nos diversos campos da vida, só basta seu coração desejar aquilo, sem dia, hora ou lugar: Ela acontece. E espera, olha ali, outra estrela.

Faça um pedido.”

Comente com o facebook:
De todos os anos, vinte e um invernos e uma vida inteira para concretizar tantos sonhos e anseios. De quatro estações, a mais fria é a que mais me aquece. De todas as artes, a escrita. De todos os lares, o coração. De todos os sentimentos, o amor.
Posts published: 153

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

B r u n n a  C o r r e i a 
De todos os anos, vinte e dois invernos e uma vida inteira para concretizar tantos sonhos e anseios. De quatro estações, a mais fria é a que mais me aquece. De todas as artes, a escrita. De todos os lares, o coração.

No facebook
@brutwos
Categorias









Entre em Contato

Arquivos
Copyrights © 2009-2017 All Rights Reserved.