Home Minhas Colunas Nunca fomos um “nós”